Sab06242017

Última atualizaçãoQui, 22 Jun 2017 6pm

Saúde

Vacinação contra a gripe

Campanha teve início nesta segunda-feira em todo o país

A campanha nacional de vacinação contra gripe começou nesta segunda-feira (17/4), em todo país, com o desafio de reverter o crescimento dos casos da doença e reduzir as mortes causadas pelo vírus Influenza. Em Minas Gerais, os números de óbitos e pessoas internadas com gripe cresceram mais de 1.000% no ano passado.

A campanha deste ano foi antecipada justamente por causa do aumento dos registros fora do período mais crítico. Os casos mais graves se concentram durante o inverno, mas em 2016, houve um grande número de notificações nas demais estações do ano.

No ano passado, Minas registrou 297 mortes e 1.071 casos de influenza, contra 17 óbitos e 93 internações em 2015, uma alta de 1.647% e 1.051%, respectivamente. Em Belo Horizonte, o crescimento foi menor, mas ainda assim alarmante. As mortes cresceram 600%, passando de oito em 2015 para 56 em 2016. Já os casos notificados pularam de 54 para 275, uma alta de 409%.

Além do período de vacinação ter sido antecipado, o público alvo da campanha foi ampliado. Agora, os professores das redes pública e privada também poderão ser imunizados. Os demais contemplados são idosos, crianças de seis meses a 5 anos, trabalhadores de saúde, mulheres até 45 dias após o parto, indígenas, presos, adolescentes que cumprem medidas socioeducativas e funcionários do sistema prisional. Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes e hipertensão, também podem ser imunizadas, desde que haja prescrição médica.

Segundo o Ministério da Saúde, tratam-se de grupos com maior risco de complicações devido à gripe. A meta deste ano é vacinar 90% do público-alvo, índice maior do que nos anos anteriores, quando a meta girava em torno de 80%. Para isso, serão distribuídas 60 milhões de doses. A campanha vai até o dia 26 de maio.

Em Conselheiro Lafaiete
A Secretaria Municipal de Saúde da cidade realizará a 19ª campanha de vacinação no período de 24/4 a 26/5, sendo que o Dia Nacional será realizado no sábado, 13/5.

A meta é vacinar 90% dos grupos prioritários para a vacinação que são: crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias); gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde sob potencial risco de contrair a infecção pelo vírus influenza e envolvidos na resposta a possíveis casos da doença; idosos com 60 anos ou mais de idade; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional; pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis, e outras condições clínicas especiais independente da idade; professores na ativa da educação infantil, ensino fundamental, médio e superior das escolas públicas e privadas. A vacina estará disponível nos Postos de Saúde dos bairros no horário de 8h as 16h e na Unidade de Vacinação de 07h as 16h.

Saiba mais

Quais doenças ela protege: A vacina é a trivalente, ou seja, protege contra três tipos de vírus da gripe: A (H1N1), A (H3N2) e B.

Foto: A meta neste ano é vacinar 90% do público-alvo, índice maior do que nos anos anteriores