Sex06232017

Última atualizaçãoQui, 22 Jun 2017 6pm

Nesta terça-feira (20/6)

O início de uma grande campanha

Cidade de Congonhas realiza uma Semana de Prevenção contra as drogas.

Em virtude da celebração do Dia Mundial de Combate às Drogas no dia 26 de junho, o Governo Municipal, por meio da Assessoria Especial de Políticas Antidrogas, elaborou uma programação para a Semana de Prevenção. O objetivo da iniciativa é chamar a atenção para as consequências do uso de drogas em todas as esferas sociais.

São parceiros nesta jornada, ainda pela Administração Municipal as secretarias de Desenvolvimento e Assistência Social (SEDAS), Esporte e Lazer (SEL), Saúde, Educação, Gestão Urbana por meio da Guarda Municipal e Diretoria de Trânsito, além da Polícia Militar, Grupo Escoteiro Cidade dos Profetas, Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Congonhas e Região (ASAPEC), Conselho Municipal Anti Drogas do Município de Congonhas (COMAD), União das Associações Comunitárias de Congonhas (UNACON), associações comunitárias de Congonhas e Grupos de Alto Ajuda como (NA e AA).

O assessor especial de Políticas Antidrogas da Prefeitura de Congonhas, Dalton Barboza Campos, diz que “as drogas atualmente são um problema que assola o mundo todo. Nosso objetivo é levar informações para todas as esferas sociais. Entendemos que a melhor maneira de sanar esse problema é focar na prevenção e este pensamento nos motivou a fazer a Semana da Prevenção em nosso Município, na esperança de que, em uma sociedade inteirada do assunto, conseguiremos um futuro melhor e mais digno para as pessoas”.

Programação:

Terça-feira, 20 de junho:

13h – Palestra “Prevenção às drogas”, na Escola M. Michael Pereira de Souza, na Praia, ministrada pelo Cabo Tarcísio/Madson.

Quarta-feira, 21 de junho:

14h – Roda de Conversa com a comunidade no CRAS Região Dom Oscar sobre codependência familiar, ministrada pelas psicólogas mariana Possas/Raquel Perfeira.

Quinta-feira, 22 de junho:

14h – Roda de Conversa com a comunidade no CRAS Pires sobre codependência familiar, ministrada pela coordenadora do CAPS AD, Suzi Aparecida.

Sexta-feira, 23 de junho:

De 8h às 10h30 – Blitz Educativa em parceria com a Polícia Militar, Guarda Municipal, Diretoria Municipal de Trânsito, em frente à Fisioterapia, nas proximidades da Rodoviária, e depois em frente à Prefeitura.

Segunda-feira, 26 de junho:

De 8h às 10h30 – Caminhada pela Vida, do Ginásio Poliesportivo Central, na Praia, passando pela av. Marechal Floriano, rua Pacífico Homem Jr., av. JK até a praça JK.

Texto - Editoria de Arte / Por Secom/ Assessoria de Comunicação PMC

Um falso Médico Oftalmologista

Autores exploravam a boa fé dos moradores

Um deles trajava jaleco branco era chamado de doutor e emitia receitas para os pacientes.

Após o caso do médico cirurgião da cidade cobrar indevidamente por serviços do SUS, a Polícia Civil de Conselheiro Lafaiete/MG agora prendeu, na tarde desta terça-feira (13/6), três suspeitos acusados de envolvimento na prática ilegal da medicina.

Um dono de ótica de 27 anos, seu assessor (33) e o Optometrista (29), todos da capital mineira foram detidos e conduzidos para Delegacia de Polícia, no momento que realizavam serviço no bairro Manoel de Paula, região Noroeste da cidade.

Conforme informações divulgadas, o delegado Daniel de Oliveira iniciou as diligências, após uma denúncia anônimas com informações de que seriam realizadas consultas e exames de visão, por um profissional não habilitado, em um cômodo ao lado da quadra do bairro Manoel de Paula.

O fragrante

De posse de cartazes confirmando os supostos atendimentos e pessoas recém-consultadas, agentes certificaram que as vítimas eram atendidas por um suposto médico, sendo orientadas que se optassem por fazer a compra dos óculos, não seria cobrada a consulta; caso contrário, não poderiam levar a "receita" e deveriam pagar uma taxa pelo atendimento.

O produto seria entregue após uma entrada e o restante parcelado 15 dias depois. Pelo que foi apurado pelos investigadores, o valor dos óculos variavam entre R$ 250,00 a R$ 1200,00.

Na verdade foi constatado que não havia nenhum médico oftalmologista realizando atendimento e sim um Técnico Optometrista. O local que não possuía nem alvará de funcionamento só tinham como objetivo, encanar os possíveis pacientes para que os mesmos somente adquirissem os óculos.

Resultado na ação da PC

Em um levantamento foi observado que os envolvidos já tinham arrecado cerca de R$ 4.000,00 das pessoas. O delegado Daniel de Oliveira, responsável pelo caso, afirmou que os três envolvidos criaram todo um cenário para que os moradores do bairro acreditassem que estivessem sendo atendidos por um médico especializado. Os autores foram encaminhados para delegacia, onde foram ouvidos e assinaram termo de comparecimento à Justiça. Conforme o delegado eles devem responder por exercício ilegal da medicina entre outros crimes.

Foto: Divulgação PCMG / O panfleto e material utilizado para enganar a população do bairro Manuel de Paula

Exame gratuito

Diabético Saudável

Assodilafa oferecerá exames “fundo de olho”

Um Mutirão do Fundo de Olho será realizado no próximo dia 6 de maio, em Conselheiro Lafaiete/MG, o atendimento será organizado pela Associação dos Diabéticos de Conselheiro Lafaiete (Assodilafa) e serão realizados gratuitamente pelo oftalmologista Dr. Roberto Penido. Na ocasião serão realizados 250 exames somente para pessoas com diabetes há mais de 10 anos. Todo agendamento acontece na sede da associação (rua Rodrigues Maia, nº 490,bairro Angélica) pelo horário de 13 às 16 horas até o próximo dia 4 de maio.

Foto: Ilustração / A entidade de apoio aos diabéticos atende ao público de segunda a sexta-feira pelo telefone (31) 3761-3041

Nesta semana

Jornada Saúde Mental

Saúde Mental será abordada em Jornada.

A Jornada da Unidade Regional de Saúde Mental de Congonhas será realizada nos dias 25 e 26 de maio, de 7h30 às 16h30, no auditório do Museu de Congonhas/MG. O objetivo do encontro é abrir espaço para reflexão sobre vivências na assistência às pessoas com sofrimento psíquico e compartilhamento dessas experiências entre os profissionais e a comunidade .

Os interessados podem fazer a inscrição até o dia 23 de maio, no Centro de Referência Psicossocial da Adolescência e da Infância (CERPAI), à rua Padre João Pio, nº 163, na Matriz ou pelo telefone (31) 3731- 6474. As vagas são limitadas e as inscrições, gratuitas.

Foto: Secom/PMC - Baixe a ficha no portal da Prefeitura através do link abaixo e que está disponível também no CERPAI. As vagas são limitadas

Neste Sábado

Campanha de vacinação antirrábica

Cidade de Congonhas se movimenta contra a doença

Chegou o dia da mobilização da Campanha de Vacinação Antirrábica Animal nas áreas urbana e rural na vizinha cidade de Congonhas. A campanha acontece hoje, (Sábado, 21/5 das 8h às 17h).

Ao todo, serão 24 pontos, entre unidades básicas de saúde e escolas municipais, que vão oferecer a dose para cães e gatos. Não haverá vacinação domiciliar, nem será liberada a dose para que o próprio dono faça a aplicação, conforme orientação do Ministério da Saúde. Assim, os proprietários devem levar os animais ao local de vacinação mais próximo.

Vacinação na área urbana (8h às 17h)
UBS Primavera
UBS Campinho
Antiga Policlínica
Coreto Dom Oscar
UBS Jardim Profeta
UBS Centro
UBS Residencial
UBS Basílica
UBS Vila São Vicente
Escola Municipal Maria Augusta Monteiro (bairro Lamartine)
UBS Alvorada
UBS Ideal/Jardim Andreza
Escola Municipal Engenheiro Oscar Weinschenk (Matriz)
Escola Municipal Jair Elias (Santa Mônica)
Rodoviária
Escola Municipal Barão de Paraopeba (Vila Andreza)
Vacinação na área rural (8h às 17h)
UBS Pires
UBS Lobo Leite
UBS Joaquim Murtinho
Correios Maranhão
UBS Santa Quitéria
UBS Pequeri
Das 8h às 12h
UBS Vila Marques
Das 13h às 17h
UBS Vila Cardoso

Saiba mais
Raiva Canina - Tipos, sintomas e tratamentos

Conheça os sintomas da temida raiva canina e ajude a diagnosticar o seu pet
A raiva canina é a mais conhecida das zoonoses (infecções e doenças transmitidas entre animais vertebrados e humanos), e segue como um problema a ser controlado em quase todo o mundo. Transmitida pelo contato com a saliva de um cão doente – principalmente por meio da mordida – a doença pode demorar até dez dias para se manifestar no animal infectado e, em quase 100% dos casos, é fatal. Apesar de praticamente erradicada na maioria das metrópoles, ainda merece alerta.


Entre os principais sintomas da raiva canina estão sintomas de agressividade no animal, salivação excessiva, paralisia e mudanças de comportamento, que podem fazer seu pet deixar de ser alegre e festeiro para se tornar depressivo e retraído. Considerada incurável, a raiva tem na vacinação a sua única forma de prevenção eficiente nos animais e, atingindo o sistema nervoso, pode se manifestar de três maneiras diferentes: raiva furiosa, raiva muda e raiva intestinal.

Raiva Furiosa
No caso da raiva furiosa, considerada a mais comum, o animal apresenta comportamento estranho e procura ficar em lugares escuros, se esconde atrás de móveis, não responde aos chamados do dono e fica extremamente agitado durante a primeira fase da doença, que dura até três dias. Após esse período, o cão passa a recusar alimentos, procura água mas não conseguir bebê-la, saliva muito e torna-se agressivo. A partir do quarto dia da doença, o animal entra num estado paralítico, e chega a morte em cerca de 48 horas.

Raiva Muda
Na raiva muda, os sintomas iniciais da raiva furiosa também se manifestam, no entanto, o cão se apresenta melancólico e sonolento, sem mostrar agitação. Os sinais de paralisia, principalmente no maxilar, já começam a aparecer na segunda fase da doença e, a partir disso, o animal tem seus sintomas agravados até chegar a morte.

Raiva Intestinal
No caso da raiva intestinal (a raiva canina mais rara), o cão não apresenta sinais de agressividade ou de paralisia, tendo, como sintomas, vômitos frequentes e cólicas por um período de dois a três dias, até falecer.
É importante lembrar que nem toda mordida de cachorro transmite, necessariamente, a raiva canina. Portanto, no caso de um incidente desse tipo, o animal em questão deve ser observado durante um período determinado para que se possa saber se ele apresenta ou não os sinais da doença. Porém o individuo lesionado deve ser levado imediatamente para a entidade de zoonoses local, quando mais rápido for o atendimento no caso de raiva, mais chances de uma imunização efetiva.

É fundamental lembrar, mais uma vez, que a vacina é a única maneira de previnir a raiva canina e, por isso, os responsáveis por pets devem visitar um médico veterinário responsável para que a aplicação possa ser feita de forma adequada. No caso de um animal já vacinado ser atacado por um cão doente, o pet deve ser revacinado e observado por cerca de 90 dias, para garantir que não foi infectado.

Fonte: CachorroGato @ http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/sintomas-raiva-canina/

Foto: Ilustração/Divulgação Internet