Dom04232017

Última atualizaçãoSab, 22 Abr 2017 6pm

Amanhã é dia

Você não pode esquecer a vacinação contra H1N1

No período de 30 de abril a 20 de maio, acontece a Campanha Nacional de Vacinação Contra Influenza. Neste sábado, acontece uma grande Mobilização Nacional onde todos os Postos de Saúde da Família, Centros Regionais e Unidade de Vacinação em Conselheiro Lafaiete/MG que estarão prontos para comunidade no horário de 08 às 17 horas.

Observe o público alvo

Gestantes em qualquer período gestacional, pessoas acima de 60 anos, trabalhadores de saúde, crianças de seis meses a cinco anos, puérperas (até 45 dias após o parto), população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas (necessária prescrição médica).

Os pacientes cadastrados nos postos de saúde que fazem controle das doenças crônicas devem se dirigir aos postos para receberem a vacina, tendo em mãos o relatório. Para receber a vacina é necessário apresentar um documento de identidade e se possuir é importante levar também o cartão de vacinação.

A vacina

O medicamento é trivalente (H1N1, H3N2 e Influenza B), garante até 90% de proteção. A vacinação acontece anualmente, devido mudanças das características dos vírus influenza consequente da diversidade de cada ano. É contra indicado para pessoas com história de reação anafilática a doses anteriores, pessoas com alergia grave a ovo de galinha e seus derivados, pessoas que apresentaram febre devem aguardar 03 dias sem febre.

Comunidade Rural

A partir da terça-feira (3/5) a campanha acontece nas comunidades rurais de Conselheiro Lafaiete, conforme calendário abaixo:


COMUNIDADE           DATA                                     LOCAL                                HORÁRIO
Gagé                              3 e 4                             Posto de Saúde                          13h às 16h
Murtinho                           4                         E. M. Herculano do Vale                          8h
Vargem Grande              4                         E. M. Romeu Guimarães                         9h
Três Barras                      4                         E. M. Sebastião P. Fonseca                    10h
São Vicente                 3 e 5                             Posto de Saúde                             7h às 11h
Água Limpa                 3 e 5                             Posto de Saúde                             7h às 11h
Vargas                          3 e 5                             Posto de Saúde                              7h às 11h
Rancho Novo             3,4 e5                              Posto de Saúde                           7h às 11h
Mato Dentro                     5                        E.M. Esperidião Pereira                            8h
São Gonçalo              3,4 e5                           Posto de Saúde                              7h às 11h
Buarque de Macedo 3,4 e5                           Posto de Saúde                              7h às 11h
Almeidas                     3,4 e5                    E.M. Arnaldo R. Pereira                       7h às 11h

Foto: Divulgação / Internet 

Direitos do idoso

Em Congonhas prioridade para governo, instituições e sociedade

Por Secom

Idosos, familiares e profissionais da Assistência Social em Congonhas participaram de um bate-papo na tarde dessa quinta-feira, 18, no Centro de Referência do Idoso (CRI). Oficiais da Polícia Militar, a promotora de justiça Joana Paula P. de R. Pinto e o diretor do PROCON Marcos Donald foram convidados para orientar os presentes sobre ações de combate a violência contra o idoso. Esta foi uma das atividades que levam a reflexões sobre o Dia Mundial de Combate à Violência contra o Idoso.

A promotora Joana Paula P. de R. Pinto apresentou o papel do Ministério Público na proteção do idoso. Há três anos trabalhando na Comarca de Congonhas defendendo os direitos dos idosos, ela deixou as portas da instituição abertas para esclarecimento de dúvidas, denúncias e acolhimento ao idoso. “O que observamos é que quando o idoso sofre algum tipo de violência dentro de casa, ele fica com medo de denunciar seus parentes e principalmente seus filhos com medo de prejudica-los. Isto é compreensível. Mas o que precisam saber é que nós nunca vamos tomar nenhuma atitude sem escutar todo mundo, sem analisar bem o caso. A nossa intenção é de proteger a familiar, é de restaurar os vínculos”, explicou a promotora.

A equipe da Polícia Militar relatou os casos mais comuns de violência a pessoas com idade acima de 60 anos, que segundo a 2° Tenente PM Paula, em Congonhas, são os de estelionato (fraude praticada em contratos ou convenções, que induz alguém a uma falsa concepção de algo com o intuito de obter vantagem ilícita para si ou para outros). Os crimes de falsos sequestros, promoções duvidosas, pedidos de ajuda em nome de familiares por telefone, trotes telefônicos foram citados também. Os registros da PM mostram que, de janeiro de 2014 a maio de 2015, foram registrados 19 casos deste crime. A tenente Paula explicou sobre a importância da autoproteção do idoso, ensinando os presentes a serem mais prudentes e a não confiarem em estranhos. “As pessoas idosas também têm responsabilidade sobre a sua proteção. É muito importante estarem atentas para não caírem em fraudes. Não confiar em qualquer pessoa, ter cuidados com quem entra em suas residências, não andarem com grande quantidade de dinheiro e outras pequenas ações que evitam a ação de criminosos”, afirmou.

“Valeu muito a pena participar deste encontro. Recebemos muitas informações úteis sobre os nossos direitos”, disse o senhor Antônio de Jesus Costa, 79, usuário do Centro de Referência do Idoso.
O diretor do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON), Marcos Donald, falou sobre os diretos dos idosos enquanto consumidores e também alertou o público presente sobre as fraudes mais comuns. “Comprar produtos na porta de casa pode ser muito perigoso, a gente não sabe sobre a idoneidade dos vendedores e nem da procedência do produto. O melhor é ir até as lojas para comprar com mais segurança. Se o consumidor se sentir lesado, deve procurar orientações no PROCON”, ressaltou.

O Centro de Referência do Idoso fica á Rua Pedro Roberto, nº 20 – Primavera. Mais informações pelo telefone (31)3732-1123 (31)3732-1123.

Foto: Conheça mais sobre o CRI no link: http://goo.gl/CeDd5H

Sub-categorias