Seg04242017

Última atualizaçãoSab, 22 Abr 2017 6pm

Congonhas

Cidade  é citada como exemplo por UNESCO e Iphan em Brasília

3º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas, Turísticas e Patrimônio. 

Congonhas ganhou destaque no 3º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas, Turísticas e Patrimônio Mundial, que é realizado entre esta terça-feira, 11, e esta quarta, 12, em Brasília. A presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa, enalteceu o exemplo de Congonhas na restauração da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, pelo PAC das Cidades Históricas. Já a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) escolheu o encontro para lançar nacionalmente o livro sobre o “Museu de Congonhas – UNESCO”.

Na abertura do evento, o ministro da Cultura, Roberto Freire, se encontrou com o prefeito Zelinho, o secretário municipal de Planejamento, Antônio Odaque, e com o diretor-presidente da FUMCULT, Sérgio Rodrigo Reis.

Brasília
O PAC Cidades Histórias já entregou a Congonhas, em parceria com a Prefeitura, as obras da Alameda das Palmeiras, da Igreja de N. Sra. do Rosário e mantém em execução a Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos e o Parque Natural da Romaria. Há ainda outras cinco ações selecionadas pelo Iphan, por meio deste programa, para a cidade. Kátia Bogéa declarou para a plateia presente ao encontro que “Congonhas fez o seguinte, o prefeito Zelinho foi esperto e contratou todos os projetos e os passou ao Iphan. Depois cobrou os recursos. Ele escolheu uma equipe nota dez de planejamento e de execução das obras. O prefeito fez o dever de casa direitinho”.

O livro que a UNESCO lança durante o 3º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas, Turísticas e Patrimônio Mundial registra o processo de criação da instituição museológica e sua funcionalidade. A experiência será traduzida em várias línguas e enviada para outros sítios reconhecidos pela UNESCO como patrimônio mundial, com objetivo de estimulá-los a terem equipamentos como este, dedicado ao Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos.

Foto&Texto: Assessoria de Comunicação PMC / Secom

Na cidade de Ouro Branco

Caminhada AEA

Já está chegando a hora, 36ª Caminhada da Inconfidência.

O Governo Municipal e a diretoria da AEA se reuniram com o Secretário Estadual de Turismo, Deputado Ricardo Faria e o Deputado Tiago Cota. Na oportunidade o Prefeito Hélio Campos, Vereador José Irenildo Freire (Lan) e o presidente da AEA Luiz Ney do Nascimento apresentaram os detalhes e pediram o apoio do Governo do Estado para a realização da 36ª Caminhada da Inconfidência que será dia 22/04.

Foto: Jornalista Pablo Silva - Assessoria de Comunicação PMOB / Momento do encontro. A Prefeitura de Ouro Branco é uma parceira do evento

VIA 040

Empresa realiza 100 mil atendimentos

Uma meta pronta para ser batida, com total satisfação do usuário.

Fonte: VIA 040/ INVEPAR 

Ao longo de 2016, a Via 040 atuou em 96.856 atendimentos em pista na BR-040, prestando serviços como socorro mecânico, remoção de veículos e atendimento médico de urgência. Em média, as equipes de operação viária da Concessionária realizaram 265 atendimentos por dia na rodovia. Na comparação com 2015, houve crescimento de 6,75% no volume de auxílios prestados aos usuários da BR-040.

Dentre os serviços de pista prestados aos usuários, os mais demandados no ano passado foram socorro mecânico, com 42.844 registros; remoção de veículos, com 32.299 registros; e atendimento médico, com 13.836 ações. Foram realizadas ainda 6.191 atividades de recolhimento e afugentamento de animais da rodovia e 1.686 ações de combate a incêndio.

Socorro Mecânico 

Em 2016, dentre os mais de 42 mil registros de acionamento do serviço de socorro mecânico da Via 040, os auxílios mais comuns foram em casos de panes. As panes mecânicas lideraram os chamados, com 30.661 ocorrências, o que representa 71% do total. Em seguida aparecem as panes secas, com 3.178 chamados (7,4%), e as panes elétricas, com 1.309 acionamentos (3%).
Dentre as panes mecânicas, problemas como vazamento na mangueira de ar e entrada de ar no sistema de combustível são muito comuns em veículos de carga, por exemplo.
Tratando-se da pane seca, cabe salientar que este é um contratempo totalmente evitável. O motorista que permite que o veículo fique imobilizado na via por falta de combustível, além de colocar em risco a segurança viária, comete uma infração média, com previsão de acréscimo de quatro pontos no prontuário da carteira de habilitação e multa de R$ 130,16.

Crescimento

Os serviços aos usuários prestados pela Via 040 proporcionam mais tranquilidade e previsibilidade aos usuários que trafegam pela rodovia. “No ano passado registramos um importante aumento do número total de atendimentos realizados na BR-040, ou seja, os usuários cada vez mais recorrem ao auxílio disponibilizado pela Via 040. O crescimento do volume dos serviços prestados mostra que motoristas e passageiros conhecem melhor o trabalho e confiam na assistência oferecida pela Concessionária”, avalia o diretor de Operações da Via 040, José Aparecido de Oliveira.

Relacionamento com o usuário 
Em 2016, a Via 040 registrou 164.913 contatos de usuários apenas pelo serviço gratuito de atendimento telefônico. Uma equipe recebe as demandas e dão a elas o encaminhamento apropriado. Os usuários usam o serviço para, por exemplo, solicitar informações sobre condições do tráfego, das pistas da BR-040 e sobre obras na rodovia.
As informações sobre ocorrências e eventos anormais na BR-040, enviadas por motoristas e passageiros, são recebidas via plataformas de atendimento e direcionadas ao Centro de Controle Operacional (CCO).

RECURSOS PARA O ATENDIMENTO AO USUÁRIO DA BR-040
• Mais de 1.000 colaboradores na estrutura da empresa
• 31 ambulâncias
• 35 guinchos
• 25 viaturas de inspeção
• 2 motocicletas de inspeção (Anel Rodoviário de BH e Entorno do Distrito Federal)
• 6 caminhões-pipa
• 6 caminhões para resgate de animais
• 21 postos de atendimento ao usuário
• 18 Painéis Eletrônicos de Mensagens Variáveis
• 1 Centro de Controle Operacional (CCO)

Foto: Via 040 

Ouro Branco

Aniversário de 293 anos

Homenagens e apresentações musicais marcaram a festividade

Ouro Branco/MG comemorou os 293 anos de sua fundação com homenagens e apresentações de diversos artistas locais e outros convidados neste sábado, 18, em frente ao casarão recém-restaurado da Antiga Casa Paroquial, na Praça Santa Cruz.

Durante a festividade, apresentaram-se a Sociedade Artística Musical Santo Antônio, a Folia de Santos Reis São Sebastião e Pastorinhas, a Guarda de Congado Nossa Senhora do Rosário, artistas e alunos da Aquarela Escola de Música, a dupla sertaneja de Antônio Carlos/MG Bruno e Breno Raniere, o artista Vandeir Antunes, a Orquestra de Violeiros de Ouro Branco e o cantor e compositor Rogério Dias.

Entre os homenageados, estiveram os artistas e alunos das escolas de música que se apresentaram durante o evento, além dos diretores das escolas das redes de educação municipal, estadual e particular, prefeito, vice, secretários e vereadores municipais, a Folia de Santos Reis São Sebastião e Pastorinhas, a Guarda de Congado Nossa Senhora do Rosário, a 65ª Companhia da Polícia Militar, o jornal O Alto Paraopeba e as empresas Posto Perfil, Turin Transportes, F & F Contabilidade, Bar Beco do Chalé e Supermercado Skinão, pelo apoio na realização do evento.

Seguindo a criação do Memorial de Ouro Branco no casarão da Antiga Casa Paroquial, a comemoração dos 293 anos de fundação de Ouro Branco é mais uma ação do Governo Municipal para resgatar as raízes históricas do povo ourobranquense e incentivar a preservação da cultura local.

Foto & Texto: Jornalista Pablo SilvaAssessoria de Comunicação PMOB / A Sociedade Artística Musical Santo Antônio executou o Hino a Ouro Branco durante a comemoração

Sindicato

Nesta terça-feira

Paralisação na Gerdau em Ouro Branco

O Sindicato dos Metalúrgicos da cidade de Ouro Branco/MG realizou na manhã desta terça-feira (11/10), uma paralisação na portaria da empresa Gerdau Açominas. Conforme informações da assessoria de comunicação do sindicato o ato se deu para cobrar solução imediata referente ao Acordo Coletivo de Trabalho, demissões de trabalhadores doentes e até mesmo prática antissindical.

Foto: Divulgação / Ainda de acordo com a assessoria a paralisação teve apoio irrestrito dos trabalhadores da empresa