• Início
  • Notícias
  • Regionais
  • Entretenimento
  • Esporte
  • Colunista
  • Serviço
  • Prefeituras

Sáb19042014

Última Atualização:06:31:17

Voltar Notícias Giro pelo Mundo Minas Morre o gorila Idi Amin, principal atração do zoológico de BH

Morre o gorila Idi Amin, principal atração do zoológico de BH

 

Segundo a Fundação Zoobotânica, ele sofreu uma parada cardiorrespiratória por volta das 11h

Causa da morte do gorila ainda não foi informada

Fonte: Jornal Otempo/ FELIPE REZENDE

Morreu na manhã desta quarta-feira (7) o gorila Idi Amin, a principal atração do Zoológico de Belo Horizonte. De acordo com a Fundação Zoo-Botânica, Idi sofreu uma parada cardiorrespiratória irreversível no fim desta manhã e morreu por volta das 11h.

Desde o final de 2011 Idi vinha recebendo tratamento para uma ferida em seu braço esquerdo, que vinha evoluindo satisfatoriamente. Nas últimas semanas, entretanto, outras doenças crônicas do gorila como a insuficiência renal crônica e osteoartrite, que vinham sendo controladas já há alguns anos pela equipe de veterinários da FZB, apoiada por médicos voluntários de diversas especialidades, passaram a determinar alterações significativas no metabolismo do animal, como anemia severa e desidratação.

Devido à idade avançada e à ação conjunta destas enfermidades, seu estado clínico se agravou gradativamente nas últimas semanas, não apresentando resposta clínica satisfatória ao tratamento intensivo realizado.

Segundo o órgão, nos últimos três dias Idi permaneceu quase todo o tempo no interior da sua manobra, onde costumava dormir.

Nesta manhã, uma contenção farmacológica foi realizada para que fosse feita uma hidratação parenteral mais profunda e coleta de amostras para a realização de novos exames. Devido ao seu estado já debilitado, Idi sofreu a parada cardiorrespiratória.

Em nota divulgada nesta tarde, a FZB afirmou que "Idi será sempre insubstituível".

História - O gorila Idi chegou ao Jardim Zoológico da capital mineira em janeiro de 1975, acompanhado de uma fêmea, de nome Dada. Os dois vieram do zoológico francês Saint-Jean-Cap-Ferrat, com aproximadamente dois anos de vida. Dada morreu em 1978 devido a uma infecção generalizada. Em 1984, o Zoológico de Belo Horizonte recebeu uma fêmea de gorila chamada Cleópatra, procedente do Zoológico de São Paulo. Quando Cleópatra foi transferida para o zoológico para BH, já apresentava um quadro clínico de desidratação e diarreia, o que provocou a sua morte 14 dias após sua chegada.

Em agosto de 2011 a FZB-BH recebeu da Fundação Aspinall, do Reino Unido da Inglaterra, as fêmeas Imbi e Kifta, de 11 anos. A vinda das fêmeas foi resultado de uma intensa campanha da FZB-BH, apoiada pela PBH e diversos parceiros, e atendeu a uma demanda da população de Belo Horizonte. A adaptação entre o gorila Idi e as fêmeas Imbi e Kifta foi perfeita desde o primeiro momento. Idi assumiu o papel de macho dominante e protetor de seu “bando” e as fêmeas se adaptaram muito bem às condições de manejo do Zoo. Foram registrados pelo menos 3 acasalamentos entre Idi e a fêmea Imbi, mas sem indícios de gestação.

Durante todo o período em que Idi permaneceu em tratamento as gorilas Imbi e Kifta estiveram próximas a ele, apresentando sempre um comportamento natural e carinhoso. Nos momentos em que precisavam ser separadas dele, permaneceram atentas e interessadas em acompanhá-lo mesmo à distância.

 


FOTO: JOÃO GODINHO/O TEMPO

Enquete

Qual foi o melhor carnaval da região?




Resultados

Apoio Cultural

Banner
istanbul evden eve nakliyat istanbul evden eve nakliyat istanbul evden eve nakliyat istanbul evden eve nakliyat evden eve nakliyat evden eve nakliyat
izmir escort izmir escort bayan izmir escort bayan
ev eşyası depolama ofis taşımacılığı ev eşyası depolama şehirlerarası evden eve nakliyat istanbul evden eve nakliyat
istanbul escort bayan kredi istanbul food tour istanbul food culinary tour istanbul izmir çiçek escort bayan