Sab04222017

Última atualizaçãoSab, 22 Abr 2017 6pm

Esporte

Adriano Capitulino

Um grande vencedor do MMA

Recheado de atrações, o Jungle Fight 82 teve muita emoção neste último sábado (24/10), transmitido pela TV Band, a participação da luta foi acompanhada pelos amantes do esporte na cidade, que certamente vibraram com a participação dos lafaietenses.

Mesmo lutando contra um amigo de dojo, na categoria dos meio-médio, Adriano finalizou o oponente e agora segue na disputa do sonhado cinturão. No Card Social a luta foi entre Kelles Fúria (Union of Monsters Fighters/Rio de Janeiro x Adriano Capitulino (Rio Fighters/Minas Gerais) 77kg

Outro guerreiro que subiu no octógono foi o também lafaietense Geraldo de Freitas Júnior, Geraldinho mostrou muita técnica e a vitória  do adversário só não veio, por uma decisão dividida dos juízes.

Da redação
A equipe do jornal Estadoatual parabeniza mais uma vez, o trabalho apresentado pelos atletas.

Foto: Divulgação / Reprodução Band - Luta do Card Social,  invicto no MMA, Adriano Capitulino confirmou a boa fase na terceira disputa de que participou este ano

Dois Lafaietenses no Jungle Fight

Maior evento de MMA da América Latina

Nossa cidade vai contar com dois representantes de peso no Jungle Fight, considerado o maior evento de Artes Marciais Misturadas -MMA da América Latina: Adriano Captulino de 31 anos e Geraldo de Freitas Júnior (24). As disputas vão acontecer neste sábado, 24 de outubro, em São Paulo e serão transmitidas pela Band, BandSports, portal band.com.br, ESPN Deportes e ESPN3.

Morando atualmente na cidade do Rio de Janeiro - Geraldinho residia no BNH e Adriano Captulino no bairro Vila Rezende. Atualmente os dois atletas se dedicam exclusivamente ao esporte; com muito treino e dedicação são atletas da “Rquipe Rio Fighters”.  Os dois lafaietenses estão com muita expectativa para a disputa, ambos treinam forte e relatam que estão 100% para o desafio desta noite.


É sempre bom lembrar

Entre inúmeros talentos voltados para está modalidade esportiva, nossa redação não poderia deixar de lembrar e agradecer o grande crescimento do esporte na nossa região, através dos Mestres do Jiu-jítsu brasileiro – Professores Geraldo Peixoto e Joílson Pires.
Amigos de dojo, o diretor Carlos Pacelli/ Estadoatual torce imensamente pelo sucesso na disputa desta noite e finaliza está matéria com um Armlock (Chave de Braço ao oponente), lembrando que nomes de lutadores como GERALDO PEIXOTO E JOÍSON PIRES, sempre devem ser lembrados ao se falar em MMA no jornalismo regional.
“Vamos a Luta”

História

Criado em 2003, seu primeiro evento foi em Manaus, Amazonas. Em 2006 realizou um evento na Eslovênia. Não houve disputas em 2007, porém em 2008 iniciou uma série de eventos na cidade do Rio de Janeiro.
o jungle Fight é considerado, atualmente, o maior evento de MMA da América Latina. Diversos atletas consagrados no MMA participaram da organização: Erick Silva, Fabrício Werdum, José Aldo, Lyoto Machida, Rogério Minotouro e Ronaldo Jacaré.

O Jungle Fight hoje é o maior evento de luta da América Latina, tendo como organizador o ex-lutador de Jiu-jitsu e MMA brasileiro Wallid Ismail. De acordo com a organização, o Jungle Fight é o único evento nacional de MMA transmitido internacionalmente nos EUA e América Latina.

Antes transmitido pelo canal SportTV Combate, agora é transmitido na televisão aberta, pela Rede Bandeirantes após um contrado realizado entre Ismail e a emissora, prevendo inicialmente 12 eventos.

Jungle Fight é o maior campenato de Artes Marciais Misturadas realizado no Brasil , criado em 2003 é listado em quinto lugar no "Top 10 eventos de MMA regionais" promovido pelo portal Sherdog. O termo nome Jungle é alusivo a sua origem, no estado do Amazonas (à Selva Amazônica).

Foto: Arte Final/ Divulgação da luta - Da esquerda para direita ; Adriano Captulino de 31 anos e Geraldo de Freitas Júnior (24) 

Um campeão lafaietense

Subindo montanhas e alcançando títulos 

Ernani de Souza acaba de conquistar mais um grande resultado, o atleta esteve em Tijucas do Sul no Paraná onde no dia 18 de julho se juntou aos melhores corredores de montanha do Brasil para disputar a 3ª edição da Maratona dos Perdidos.

O evento contou com três distâncias diferentes, para que cada atleta pudesse escolher de acordo com seu perfil, foram 4, 13 e 45 kms sendo que nesta última os corredores tiveram pela frente, duas grandes montanhas, o Morro dos Perdidos com 1446 metros e o Morro Araçatuba com seus 1675 metros acima do nível do mar.

Nos dias que antecederam a disputa, muita chuva caiu em todo estado, já na hora da prova, o mau tempo deu uma trégua, mas não teve jeito, os participantes enfrentaram muita lama em boa parte do circuito.

Pelo horário de 07h00min do sábado foi dada a largada para a distância maior, desde o início Ernani se manteve entre os primeiros colocados, e assim, acabou conquistando o cume da primeira montanha em 2º lugar geral, o líder no momento era o gaúcho Elson Gracioli, essas colocações se mantiveram até o km 21, quando Ernani, conseguiu alcançar o desafiante e juntos iniciaram o ataque ao cume do Morro Araçatuba, o lafaietense se manteve na frente durante boa parte desta montanha, mas quase no fim, perdeu contato com Elson é assim as colocações se mantiveram até a linha de chegada sendo Elson o campeão seguido por Ernani de Souza e na terceira colocação veio o paranaense que era o atual campeão da prova o atleta Cleverson Luis Del Secchi, veja o que Ernani comentou a nossa reportagem, sobre seu desempenho.

"Mais um resultado expressivo, assim posso classificar meu 2º lugar na Maratona dos Perdidos, realmente uma prova duríssima onde nos 45km não tivemos refresco os adversários também não deram moleza e todos queriam muito um lugar no top 5, graças a Deus eu conseguir fazer uma boa prova sendo inclusive lider por alguns quilômetros mas no final valeu a experiência do maratonista Elson Gracioli que foi mais resistente e venceu a prova, venho crescendo gradativamente nas provas de longa distância, nesta maratona por exemplo foram quase 6 horas de atividade intensa sem paradas para descançar, tenho muito que aprender, muito que trabalhar mas os frutos já estão sendo colhidos", frisou.

Agora o próximo compromisso do lafaietense será a disputa em outra maratona, no dia 08 de agosto, Ernani estará na KTR Campos do Jordão, uma prova com 42km é com cerca de 3500 metros de desnível positivo.

Ao finalizar, o atleta agradeceu sua esposa Ana Paula Vieira Oliveira que com certeza tem uma grande participação nas conquistas alcançadas, afinal, sua companheira é quem colabora diretamente em todos os estágios do seu planejamento anual, desde alimentação até a ajuda no planejamento logísticos para as viagens.

O atleta recebe o patrocínio das empresas: Clube Recreativo Dom Pedro II, Unimed Conselheiro Lafaiete, Plastipel Embalagens, CHB, Tênis Skechers, sua equipe a Kailash Team Neptunia bem como o apoio cultural do jornal ESTADOATUAL, durante publição dos seus resultados.


Fotos: Divulgação / TRC

Uma mulher de força

Fisiculturista é destaque internacional

Novamente o esporte especializado regional, é destaque pelo mundo. No último dia 12 de setembro, a atleta Luziene Lobo de 33 anos, conquistou o primeiro lugar na categoria do Campeonato Sul-Americano de Fisiculturismo, realizado na cidade de La Plata - Argentina.

Professora de educação física, com pós-graduação na área. A esportista é natural de Barbacena, mas leciona em escolas públicas de Carandaí e Conselheiro Lafaiete/ MG.

Trajetórias
Com mais de 15 anos, dedicados ao esporte, a desportista conquistou em maio deste ano, o quarto lugar no Campeonato Brasileiro de Fisiculturismo na cidade de Aracaju, capital sergipana.

Vem agora o Mundial
Com o primeiro lugar conquistado na Argentina, Lobo assegurou para o próximo ano, uma vaga no Campeonato Mundial de Fisiculturismo, que será disputado na maravilhosa cidade de Natal no Rio Grande do Norte.

Foto: Divulgaçao da atleta 

Olimpíadas de 2016

Lafaiete terá representante durante os jogos

O lafaietense Cássio José da Silva Matos (42 anos), já tem vaga garantida nas Olimpíadas de 2016. O evento que acontece na capital carioca apresenta uma lista com 42 esportes em disputa; reconhecido como o maior evento esportivo do mundo, no próximo ano terá a presença do atirador Cássio Matos, que deve participar como árbitro na modalidade do tiro esportivo.

Conhecido entre os praticantes na região, Cassio vem realizando cursos de especialização na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), localizada em Resende/RJ; levando a sério seu amor pela organização do esporte, Matos é delegado regional da Federação Mineira de Tiro Esportivo e já atua há alguns anos, no plantel da Federação Nacional como árbitro internacional nesta modalidade.

Lafaiete uma cidade com grandes nomes no esporte especializado

A cidade que tem destaque no país em modalidades especializadas como ciclismo, lutas entre outros, agora promete ser referencial na formação de atletas no tiro esportivo. Em breve, a cidade deve contar com uma escola para o aprendizado, no local, uma estrutura de primeiro mundo, graças à iniciativa privada.

Leia Mais:
http://www.estadoatual.com.br/esporte/111-geral/1359-clube-de-tiro-queluzito

Foto: Nos Jogos Olímpicos do Rio, o árbitro lafaietense Cássio Matos atuará nas provas de pistola e carabina

Bicampeão Brasileiro pela LBJJ

Jiu-jítsu arte marcial mais praticada em nossa região


Neste final de semana, 19 e 20 de setembro aconteceu no Colégio Pio XII em Belo Horizonte o XXVI Campeonato Brasileiro Interclubes de Jiu-Jítsu. O evento teve a participação de mais de 600 atletas de todos os Estados brasileiros.

O atleta lafaietense Vitor Cesar Brandão Ribeiro, foi destaque junto com a participação da Academia Geraldo Peixoto Team Jiu-jitsu / MMA. Em entrevista ao jornal ESTADOATUAL, Vitor afirmou.

“Hoje estou muito feliz, com muita determinação e garra, conquistei mais uma vitória, me tornando bicampeão brasileiro pela Liga Brasileira de Jiu-Jitsu – LBJJ. Hoje foi meu dia, como todos os outros dias, pois a melhora continua, por isso, obrigado Deus. Agradeço a equipe Geraldo Peixoto, minha esposa Roberta, minha família, o apoio e patrocínio do vereador Carlos Magno, a Auto Escola 2000 por acreditar em mim e principalmente a este jornal, por sempre ceder espaço a todos os atletas da cidade, levando conhecimento e cultura a todos os leitores”.

O bicampeão mencionou ainda o pódio de cinco atletas da academia:
- Victor Cesar-preta médio máster-primeiro lugar
- Jefferson Souza-faixa marron médio máster-segundo lugar
- Eduardo Tavares-faixa marrom médio adulto-terceiro lugar
- Hugo Vecchi- faixa roxa pesado adulto-terceiro lugar patrocínio / Capul Rações
- Leonan Dutra - juvenil faixa amarela pesado - campeão.
- Vicente de Paula- master 2 leve amarela-3 lugar.

Como sempre, em participação pelo país, a equipe (GPteam) é destaque no pódio nacional. Nosso jornal parabeniza todos os participantes de outras equipes e modalidades do esporte especializado da nossa região. Desportista que mesmo sem o apoio de órgãos oficiais, trazem divisas para o município com honras e títulos.

Fotos: Equipe (GPteam)

Mountain bike

Ciclista congonhense lidera ranking brasileiro

Por Secom

Leia abaixo entrevista em quê Danielle Moraes conta sua trajetória como competidora, fala dos parceiros e resultados alcançado até agora na carreira.

Danielle Moraes, de 20 anos, é a atual líder do ranking brasileiro da categoria de ciclismo Cross Country Olímpico (XCO) Sub-23. Esta modalidade é disputada em circuito fechado. O ranking é definido pela somatória da pontuação conquistada em cada competição durante o ano. A jovem ciclista também disputa na Cross Country Ponto a Ponto (XCP), ou maratona, que possui uma etapa em Congonhas – a Copa Internacional de Mountain Bike. Este ano, o evento acontecerá de 6 a 8 de novembro. A congonhense ainda participa da Cross Country Eliminator (XCE), que é uma espécie de contra relógio.

Danielle mora em Congonhas e sempre treinou ao lado de outras feras locais do ciclismo, desde que tomou gosto por este esporte, em 2013. Enquanto ela integra uma equipe de Belo Horizonte, outros cinco atletas da cidade – Lucas Coelho e Ana Flávia Gonçalves (amadores), Reinaldo Reis (8º do ranking nacional CXO), Wellington Fernandes e Hudson Silva (categoria Sub-30), todos participantes da XCO e XCM – também já disputam provas de alto rendimento Brasil afora e estão organizando uma associação de caráter esportivo, para captar recursos públicos e da iniciativa privada, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, que lhes darão melhores condições de participarem das competições.

Os seis atletas já contam com o apoio da Prefeitura, através da Secretaria de Esporte e Lazer, que disponibiliza nas competições oficiais transporte, alimentação e hospedagem. Esta, com o auxílio de parceiros. Os cinco ciclistas que estão criando uma equipe possuem patrocínio da Herbalife e da Bike Podium. Sempre que é possível, os seis ciclistas se reúnem em Congonhas, demonstrando a união característica dos participantes desta modalidade esportiva, para se prepararem juntos. “Nossa cidade possui alguns lugares adequados para treinos e provas, como o Alto Maranhão, Santa Quitéria e uma pista próxima à Avenida Contorno Norte”, afirma Lucas Coelho, que garante ainda que o ciclismo está em franca ascensão.

Ranking brasileiro de Mountain Bike XCO Sub-23.
Pingue-Pongue com Danielle Moraes
Na entrevista concedida à Secretaria de Comunicação e Eventos da Prefeitura de Congonhas, Danielle Moraes conta como é sua relação com o esporte, com companheiros do dia-a-dia, fala um pouco do apoio que tem recebido e dos resultados que já alcançou na carreira.
Qual a importância de se tornar a primeira do ranking na sua categoria?
Danielle:O ranking mostra que todo esforço está sendo recompensado, que qualquer um com foco, persistência e fé pode chegar a qualquer lugar. Se você está bem no ranking, você passa a ser a primeira opção para eventuais provas fora do país ou para um alinhamento em uma competição. Sendo a primeira, você “passa a frente” de outras competidoras que têm menos pontos que você.
Você já pontua no ranking mundial, não é?
Danielle:Sim, as etapas da Copa Internacional e a Taça Brasil contaram pontos para o ranking mundial.
Com quantos anos você começou e por quê?
Danielle:Comecei com 17 anos, para praticar alguma atividade física, mas meu namorado já era atleta e eu o acompanhava, e via as meninas competirem, então surgiu a vontade de subir na bike e levar a sério esta modalidade. Na verdade, sempre fui apaixonada por esportes e competir é a minha praia. Amo o que faço!
Você faz parte de um grupo de ciclismo de Congonhas e está ligada a uma equipe de Belo Horizonte. O que cada uma representa na sua carreira?
Danielle: Em Congonhas temos um grupo de ciclistas, auxiliados nas competições mais importantes pela Secretária Municipal de Esporte e Lazer com transporte e hospedagem. Todos representam muito bem a nossa cidade em competição de alto nível. Eles são minha base, as pessoas que estão comigo em todas as competições. Mas atualmente integro a Equipe Tripp Aventura/ Alto rendimento de Belo Horizonte que, juntamente com os parceiros, me dão o maior suporte nas competições, disponibilizam a melhor estrutura e outros recursos para gastos eventuais com meu equipamento de trabalho.
Qual é o apoio que a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, te proporciona? Qual a importância deste apoio?
Danielle:A Secretaria tem sido de grande importância nesse processo. Eles me dão todo apoio e é muito gratificante ver que eles se importam comigo e que entendem onde quero chegar. Sozinhos não chegamos a nenhum lugar e é por isso que deixo meus sinceros agradecimentos aqui a todos que contribuem para que tudo corra bem.
Você recebe também algum patrocínio do comércio local?
Danielle:Quando comecei a competir, decidi ir ao comércio local para conseguir um apoio porque os custos de viagem são altos. Fui a um monte de lugar recebi vários “nãos”, mais um “sim” da JP Baterias, que valeu muito a pena. Até hoje estamos juntos e criamos uma amizade verdadeira. Só tenho a agradecer a eles por tudo que fazem por mim!
Qual é o papel da Equipe Tripp aventura/ Alto rendimento Assessoria Esportiva, de BH?
Danielle:A Alto Rendimento tem o papel de auxiliar seus atletas na preparação para as competições. O nosso esporte é mais complexo do que parece ser. A Alto Rendimento, dirigida pelo meu treinador Leandro do Carmo, disponibiliza para mim todos mês um ciclo de treinamento (Mesociclo) contendo detalhadamente o treino que deve ser feito a cada dia, que são separados em cargas semanalmente (microciclo). Se estamos, por exemplo, em semana de competição, a carga diminui; se estamos a um mês de uma competição alvo, a carga é alta.
Já a Tripp Aventura é uma loja renomada de Belo Horizonte que disponibiliza todo tipo de serviço mecânico na minha bike, além do meu equipamento de trabalho. Juntas formam uma equipe com vários parceiros, como a Exceed, Easy Scrool, Specialized, SRAM, Água Mineral Ingá, Continental Pneus, Damatta Desing, Compressports, Thule. Os nossos parceiros disponibilizam a melhor estrutura, cada um dentro de sua área comercial, mais juntos fazem a equipe completa.
Principais títulos da carreira de Danielle Moraes
•    Atual líder do Ranking Brasileiro de XCO Sub 23 2015
•    Campeã mineira de XCO 2015 Sub 23
•    Vice-líder da Copa Internacional após duas etapas 2015
•    Campeã da Taça Brasil de XCO 2ª etapa 2015 Sub 23
•    Campeã da 3ª etapa da Copa Internacional Sub 23 2014
•    Vice-campeã brasileira de XCO Sub 23 2014
•    13º lugar no Campeonato Pan-Americano de XCO sub 23 2014
•    Campeã Brasileira de XCO 2013 Junior
Resultados que colocaram Danielle no topo do ranking de 2015
- Campeão Mineiro – etapa final disputada neste final de semana em Santana dos Montes-MG: Danielle Moraes – vencedora de XCO Sub 23
- Em Goiás, Danielle Moraes venceu a Taça Brasil de XCO, 2ª etapa, que conta pontos para o ranking mundial. Danielle Moraes – Campeã Sub-23 feminina e 6ª SuperElite
- Copa Itabirito, prova do Ranking brasileiro: Danielle Morais ?Vice-campeã Sub-23 feminina.
 
- 1ª etapa da Copa Big Mais, em Governador Valadares-MG:  Danielle Morais ?4ª colocada Elite feminina
 
- Araxá (3 dias de provas e atletas de 11 países): Danielle Morais ?3ª colocada Sub-23 feminina.
 
- Primeira prova do Ranking Brasileiro de Mountain Bike 2015, Na Feminino Sub-23: Danielle Moraes venceu na categoria.
 
A próxima etapa será o Campeonato Brasileiro de Mountain Bike (MTB) XCO 2015, que será realizado no Sítio São José, no Vale do Cuiabá, em Itaipava – Petrópolis (RJ), dia 18 de julho, a partir das 8h.

Foto: Divulgação / Danielle posando com sua bike

Casal é homenageado

Corrida no bairro da Cachoeira

Aconteceu neste domingo (02/8) a 12ª Corrida Rústica do bairro Cachoeira, na verdade o evento foi considerado um grande encontro de amigos organizado pela Acorlaf – entidade que busca a organização dos corredores de Conselheiro Lafaiete/MG.

Ao término da competição, a prova foi finalizada com uma grande homenagem ao casal de atletas, moradores do bairro Santo Agostinho; André Luís Corrêa “o Tibita” e sua esposa Edmirdes de Oliveira Corrêa “A Milsinha” (Foto), oficialmente os patronos do evento esportivo onde todos foram considerados grande vencedores.

Foto: Divulgação / Tibita e Milsinha, um casal de corredores que faz bonito nas pistas e bela vida

Uma vitória massacrante

Lafaietense é destaque no MMA

Há mais de dois anos treinando na capital carioca, o lafaietense Adriano Capitulino (Foto), se consagrou definitivamente no mundo profissional das lutas no MMA, após sua vitória monumental no Jungle Fight 79, contra o adversário Ferrugem aos 4 minutos e 44 segundos do segundo round.

Chamado de última hora para substituir um parceiro de treinos que lesionou o joelho, o atleta da Rio Fighters esteve em ação neste último sábado (4/7), em Campo Grande, no Rio de Janeiro, numa luta transmita ao vivo pela Rede Bandeirantes de televisão. .

“Apareceu essa oportunidade e, como estou sempre treinando, aceitei que o combate apareceu numa boa hora. Estive tranquilo na pesagem e sentia que era a minha hora. Sou profissional, então, me senti pronto para lutar o ‘Jungle Fight’, comentou o faixa-preta de Jiu-Jitsu para o cronista GUGA NOBLAT, do jornal O Globo no Rio de janeiro".

O adversário de Capitulino foi o atleta da XGym Cristiano Ferrugem, que tinha um cartel de cinco vitórias e apenas uma derrota. Para ele, foi à chance de firmar de vez sua carreira no MMA nacional. O combate foi uma guerra, mas acabou dando tudo certo, para o lafaietense que em breve, espera disputar um cinturão pelo Brasil, cravou Capitulino durante entrevista, ao terminar sua disputa.
.
Foto:  Divulgação / O lafaietense faixa preta pretende fazer mais três lutas até o final deste ano

Sub-categorias