Sex06232017

Última atualizaçãoQui, 22 Jun 2017 6pm

Aulão Solidário

Semeando aprendizado

Câmara de Ouro Preto reconhece projeto do jornalista. 


A Câmara de Vereadores de Ouro Preto/MG aprovou uma moção de aplauso para o professor e jornalista Éverlan Stutz que realizou o Aulão Solidário de Redação. O projeto beneficiou os candidatos ao Enem e o Lar São Vicente de Paulo que abriga 72 idosos.

A iniciativa de reconhecer o projeto foi do vereador Thiago Mapa. “Trata-se de uma ação educativa e social que beneficiou a comunidade de Ouro Preto, principalmente os estudantes que vão prestar o Enem”, destacou o vereador durante a votação, realizada na quinta-feira, dia 13. De acordo com o professor Éverlan Stutz, a homenagem é significativa para dar continuidade ao projeto e para ampliar o número de apoiadores. “Ninguém faz nada sozinho. Vivemos em tempos de intolerância. Por isso é necessário realizarmos ações conjuntas que beneficiem a sociedade”, relata Stutz.

Para a estudante Mikaela Mascarenhas, a metodologia aplicada pelo professor foi essencial para garantir sua aprovação em duas universidades federais no curso de medicina. “Os aulões de redação foram extremamente importantes para a construção de meus textos. Ele é um professor que aborda um método diferenciado e lúdico”, argumenta a estudante de medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora.

No próximo dia 05 de julho, será realizado outro Aulão Solidário de Redação no Cine Vila Rica de Ouro Preto, de 14h às 16h. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..">O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.. É necessário chegar com 30min de antecedência para efetivar o cadastro e a doação.

Maiores informações: (71) 99375-0791

Foto: Divulgação /  Ao centro Jornalista Éverlan Stutz e responsáveis pelo Lar São Vicente de Paulo que abriga 72 idosos, que receberam doações dos participantes do Aulão Solidário de Redação

Gerdau e UFMG

Mais uma edição do Dia de Cientista

Alunos de escola pública de Congonhas /MG foram cientistas por um dia (Foto).

A Gerdau, em parceria com o Laboratório de Ecologia de Bentos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), promoveu mais uma edição do “Dia de Cientista”. A iniciativa proporcionou aos alunos envolvidos a realização de experimentos de forma dinâmica e divertida. As atividades foram desenvolvidas com 40 alunos do ensino médio do Centro de Educação Tecnológica, de Congonhas, no Biocentro do Programa Gerdau Germinar.

Além de realizarem atividades práticas nos laboratórios, no riacho do Biocentro e no reservatório Soledade, os estudantes participaram de uma palestra sobre o programa de biomonitoramento das bacias hidrográficas na visão de Bioindicadores de Qualidade de Água.

De acordo com a analista de Desenvolvimento Ambiental do Programa Gerdau Germinar, Fernanda Montebrune, as atividades proporcionaram aos alunos a oportunidade de vivenciar, em campo e em laboratório, as atividades realizadas por pesquisadores, simulando as etapas de estudos dos Bioindicadores de Qualidade de da Água em bacias hidrográficas. “Acreditamos que além da experiência vivenciada pelos alunos, as atividades destacam a importância da preservação das bacias e sua biodiversidade. Ao final, os alunos se tornam agentes multiplicadores e comprometidos em contribuir para a conservação dos recursos naturais”, afirmou.

O “Dia de Cientista” é realizado na sede do Programa Gerdau Germinar, que conta com toda a infraestrutura necessária para a aplicação da atividade. A iniciativa reforça o compromisso da Gerdau com o respeito e incentivo à preservação do meio ambiente.

Sobre o Programa Gerdau Germinar

Realizado em conjunto pelas áreas de Responsabilidade Social e Meio Ambiente da empresa, o Programa Gerdau Germinar é uma iniciativa voltada para a prática da educação e conservação ambiental e reforça o compromisso da Empresa com o desenvolvimento sustentável das regiões em que atua. Desde o ano de lançamento do programa, em 1990, mais de 250 mil pessoas foram beneficiadas pelas ações do projeto. Além de cursos para educadores, a iniciativa oferece ainda oportunidades de visitas técnicas, eventos, palestras, oficinas e projetos socioambientais nas escolas, abrangendo alunos e professores das redes de ensino da região de Ouro Branco.

O Programa dispõe de um centro de educação ambiental - o Biocentro Gerdau Germinar - com 48 hectares de área preservada e estrutura adequada para atendimento aos visitantes. Conta ainda com a Praça dos Biomas, na qual os visitantes podem conhecer de perto a representação de alguns dos mais importantes ecossistemas brasileiros: Cerrado, Campos Rupestres, Mata Atlântica, Restinga, Caatinga e Campos de Altitude. O Biocentro também atende colaboradores da Gerdau com ações para motivar a atuação responsável em todos os ambientes, como oficinas, reuniões e treinamentos no Sistema de Gestão Ambiental.

Sobre a Gerdau
A Gerdau é líder no segmento de aços longos nas Américas e uma das principais fornecedoras de aços especiais do mundo. No Brasil, também produz aços planos e minério de ferro, atividades que ampliam o mix de produtos oferecidos ao mercado e a competitividade das operações. Além disso, é a maior recicladora da América Latina e, no mundo, transforma, anualmente, milhões de toneladas de sucata em aço, reforçando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável das regiões onde atua. As ações das empresas Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque e Madri.

Foto: Assessoria de Comunicação Gerdau / Alunos de escola pública de Congonhas /MG foram cientistas por um dia

Em Conselheiro Lafaiete

Prefeito e Secretário se reúne com diretores 

Na manhã desta segunda, dia 30/01, o Prefeito Mário Marcus, Juntamente com o Secretário Municipal de Educação e Esportes Moisés Matias, se reuniram com os diretores das escolas municipais. O encontro abriu a reunião no qual a SEMED – Secretaria Municipal de Educação e Esportes, fará com os Diretores, hoje e amanhã, traçando as linhas gerais e metas para as escolas.

Moisés Matias lembrou dos desafios de se aprimorar a educação em uma cidade do porte de Conselheiro Lafaiete e com uma rede tão grande com cerca de 12.000 mil alunos, distribuídos em 19 escolas, 10 creches, 7 Escolas Rurais e 5

Escolas Infantis
Mário Marcus desejou sucesso a todos e diz confiar plenamente na equipe formada “nossos alunos precisam e merecem uma escola com qualidade. Nossos professores têm que ter todo o apoio da Administração. Cabe a nós como gestores de cuidar bem da educação em nossa cidade. E assim o faremos Prefeito, Secretário e Diretores cuidar de nossas escolas e principalmente de nossas crianças.”
Segue relação das escolas com respectivos diretores:
Escolas
E.M. Arnaldo Rodrigues Pereira
Milce José Rosa
E.M. Dep. Ely Franco Ribeiro
Maria Sueli de Resende Oliveira
E.M. Dr. Rui Pena – CAIC
Giselia Viviani Araújo dos Santos
E.M. Jadir Pinto de Azevedo
Fátima Aparecida Fernandes de Souza Ferreira
E.M. Jair Noronha
Eduardo Filipe de Miranda Souto
E.M. José Castellões de Menezes
Maria de Fatima Monteiro Lisboa
E.M. Júlia Miranda Nogueira
Márcia Cristina Marques
E.M. Mal. Deodoro da Fonseca
Maria Marta Gerçossimo da Silva
E.M. Marinho Fernandes
Maria da Conceição Gomes Neves
E.M. Meridional
Albano de Souza Tibúrcio
E.M. Napoleão Reis
Luiz Rafael Vitoreti
E.M. Pedro Resende dos Santos
Lusimar Senra de Paiva Dornelas
E.M. Prof. Doriol Beato
Maria Cristina de Moura Fernandes
E.M. Prof. Olavo Mendes Brandão
Raimunda Maria Silva Ribeiro
E.M. Prof. Luiz Carlos Gomes Beato
Ana Marislene de Oliveira Baêta
E.M.Profª Nilce Moreira
Silvana Lopes de Paiva Oliveira
E.M.Ver. Alfredo Laporte I
Edilvânia Valéria Diniz Vieira Resende
E.M.Ver. Alfredo Laporte II
E.M. Ver.José Aleixo de Matos
Ana Angélica Almeida de Andrade Braga
CEI Maria da Glória Dias Ribeiro
Márcia Mª Sacramento Vasconcelos
CEI Maria Dutra Franco
CEI Gertrudes Cops
CEI Augusta Paulina do Nascimento
CEI Josepha de Melo Chaves Brandão
CEI Elza de Carvalho Bruno
CEI Riccardo Medioli
CEI Monsenhor Antônio José Ferreira
E.M. Romeu Guimarães
Cássia de Lima Vieira
E.M. Esperidião Pereira
E.M. Herculano do Valle
E.M. Pd José Lobo da Silveira
E.M. Prefeito Pedro Silva
E.M. Maria Serafina Peixoto
E.M. Sebastião Pereira da Fonseca
Educação Infantil Paraíso da Criança
Giovana Mara Baêta Barbosa
Centro
Amaro Ribeiro
Buarque de Macedo
Cachoeira
Manoel de Paula
E.M. Ver. Alfredo Mafuz
CREMEI Ver. Juquita Vieira

Agricultura familiar

Na cidade de Ouro Branco

Escolas recebem 3,5 toneladas de alimentos.

A Prefeitura de Ouro Branco/MG recebeu a primeira remessa em 2017 dos alimentos produzidos por meio do trabalho dos produtores rurais de Ouro Branco e que são destinados a produção da merenda de 21 entidades (escolas municipais e projetos conveniados: Apae, Projeto Vem Ser, Creches Porta dos Sonhos e Semente de Luz). Nessa primeira remessa foram recebidas 3,5 toneladas de alimentos entre hortaliças compactas e folhosas, quitandas, frutas e rapadurinha.

Esse trabalho conjunto com os produtores rurais cumpre a Lei Federal nº 11.947/09 que determina que sejam investidos 30% da verba do PNAE com a agricultura familiar local. O processo de aquisição dos alimentos ocorre por meio de chamada pública.

A Associação de Agricultura Familiar de Ouro Branco (AAGRIFAM) possui 76 agricultores cadastrados. O projeto de venda para 2017 prevê parceria com 36 desses agricultores. Vale lembrar que a Lei estipula que a PMOB só pode comprar anualmente R$ 20 mil de cada produtor que deve apresentar a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP).

Todas às segundas-feiras a Prefeitura recebe os alimentos dos produtores rurais, divide os itens entre as escolas e encaminha os alimentos para cada instituição. O projeto determina a venda de 28 itens entre abóbora moranga, alface, couve, salsinha, cebolinha, fubá, feijão, batata, cenoura, tomate, chuchu, mandioca, banana, limão, goiaba, melancia, inhame, quitandas e rapadurinha 30 g, entre outros.

Vice-prefeito e secretário interino de meio ambiente e desenvolvimento sustentável Dr. Celso e a gerente de Agricultura Regina Célia, equipe da secretaria de educação e produtores rurais , acompanham a triagem dos alimentos que serão encaminhados para as escolas.

Foto & texto: Assessoria de Comunicação - PMOB

APAE

Prefeitura voltará a transportar alunos

O Prefeito Mário Marcus anunciou hoje, quinta, 26/01, em seu programa de rádio* que a Prefeitura irá retornar com o transporte de alunos para APAE – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais.

O pedido formalizado pela Presidente da entidade, Maria Suely Correa Souza, visa ampliar o atendimento da APAE nos dois turnos. O Prefeito confirmou a celebração do convênio o mais rápido possível a fim de que já no início das atividades o veículo esteja disponível atendendo a demanda dos alunos. “… considero os serviços da APAE fundamentais para a nossa cidade e não poderíamos deixar de colaborar … ” afirmou Mário Marcus.

Foto: Divulgação / PMCL – Da esquerda para direita Aparecida, Prefeito Mario Marcus, Maria Suely, Vice-Prefeito Marco Antônio e Mariana durante oficialização do serviço